terça-feira, 14 de outubro de 2014

Para refletirmos!

A Samambaia e o Bambu


Certo dia decidi dar-me por vencido. Renunciei ao meu trabalho, às minhas relações, e à minha fé.
Resolvi desistir até da minha vida. Dirigi-me ao bosque para ter uma última conversa com Deus.
Deus, eu disse: Poderias dar-me uma boa razão para eu não entregar os pontos? Sua resposta me surpreendeu: Olha em redor Estás vendo a samambaia e o bambu? -Sim, estou vendo, respondi. Pois bem. Quando eu semeei as samambaias e o bambu, cuidei deles muito bem. Não lhes deixei faltar luz e água. A samambaia cresceu rapidamente. Seu verde brilhante cobria o solo. Porém, da semente do bambu nada saía. Apesar disso, eu não desisti do bambu. No segundo ano, a samambaia cresceu ainda mais brilhante e viçosa. E, novamente, da semente do bambu, nada apareceu. Mas, eu não desisti do bambu. No terceiro ano, no quarto, a mesma coisa? Mas, eu não desisti. Mas no quinto ano, um pequeno broto saiu da terra.
Aparentemente, em comparação com a samambaia, era muito pequeno, até insignificante. Seis meses depois, o bambu cresceu mais de 50 metros de altura. Ele ficara cinco anos afundando raízes. Aquelas raízes o tornaram forte e lhe deram o necessário para sobreviver. A nenhuma de minhas criaturas eu faria um desafio que elas não pudessem superar. E olhando bem no meu íntimo, disse: Sabes que durante todo esse tempo em que vens lutando, na verdade estavas criando raízes? Eu jamais desistiria do bambu. Nunca desistiria de ti.
Não te compares com outros?. O bambu foi criado com uma finalidade diferente da samambaia, mas ambos eram necessários para fazer do bosque um lugar bonito. Teu tempo vai chegar. disse-me Deus. Crescerás muito! Quanto tenho de crescer? perguntei. Tão alto como o bambu! foi a resposta.
E eu deduzi: Tão alto quanto puder! Espero que estas palavras possam ajudar-te a entender que Deus nunca desistirá de ti.
Nunca te arrependas de um dia de tua vida. Os bons dias te dão felicidade. Os maus te dão experiência. Ambos são essenciais para a vida. A felicidade te faz doce. Os problemas te mantêm forte.
As penas te mantêm humano. As quedas te mantêm humilde. O bom êxito te mantém brilhante. Mas, só Deus te mantém caminhando..

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Site do CETO

Boa tarde !
O site do Centro Espirita Tenda de Oxalá já está na web www.centroespiritatendadeoxala.com.br

Agradecemos!!!

domingo, 29 de junho de 2014

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Defumação

Bom dia a todos !!!
Hoje recebi esse texto explicando um pouco sobre a importância da defumação na nossa querida umbanda, então acho de suma importância passar a diante.

Defumação na Umbanda


Desde antigas civilizações a queima de ervas e resinas para a rituais e modificação de ambientes é utilizada. Há 4.000 anos, existia uma rota de comércio onde se cruzavam as culturas mais antigas do Mediterrâneo e África. E foi bem no meio desta rota que nasceu a maior civilização desta época: “O Egito”. As fragrâncias dos óleos eram usadas também para a construção dos rituais. Eram usadas outras plantas como madeira de cedro, pinho, cipreste, mirto, cálamo entre outras que eram oferecidas às divindades.

Dentro da Umbanda, assim como em outros conceitos religiosos, a queima de ervas tem a função de equilibrar as energias necessárias para a prática dos rituais, assim como descarregar o corpo mediúnico e a assistência. As vibrações negativas provenientes de mentalizações negativas como inveja e maus agouros, emoções conturbadas como rancor, depressão, ansiedade entre outros, atrapalham a comunicação com nossos Guias, pois esta energia adere ao nosso corpo astral e bloqueia as transmissões espirituais.

Quando realizamos a defumação, estas cargas são desagregadas, através dos aromas estimulamos e limpamos nossos plexos, e assim conseguimos captar as energias superiores. 

A realização deste ritual deve ser feita por um mentor espiritual preparado, pois a manipulação destas energias na mão daqueles que não têm preparação pode acarretar malefícios desnecessários ao médium, a casa e a assistência.

Quando possuímos uma mediunidade ativa, conseguimos captar também o desequilíbrio dentro de nossa residência e local de trabalho. A defumação nesses locais também deve ser feita com as ervas específicas para as necessidades do local, lembrando que é preciso ter certa maturidade na magia, para estabelecer a sintonia com as Entidades superiores que trabalharão durante o ritual. Os elementos usados irão refletir diretamente em como este local será descarregado, energizado e equilibrado.


Saravá nossos filhos
Saravá nossa umbanda.

terça-feira, 20 de maio de 2014

Festa dos Pretos Velhos

Essa é uma pequena homenagem do CETO aos nossos queridos e amados pretos velhos, e a introdução da nova linha da Umbanda, a linha dos Escravos. Em breve novos esclarecimentos sobre essa linha.














segunda-feira, 19 de maio de 2014

Festa Cigana!!

Já estão a venda os convites para 4 festa cigana do CETO, maiores informações email andredeogum@yahoo.com.br